segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Bombeiro precisa de transplante de medula


Fernando Morgado, 34 anos, bombeiro voluntário em Terras de Bouro, precisa urgentemente de transplante de medula óssea





Nunca o lema "vida por vida" fez tanto sentido para os bombeiros de Terras de Bouro, que estão a promover uma campanha solidária para salvar a vida a um elemento da corporação. Fernando Silva Morgado, de 34 anos, tem leucemia e precisa urgentemente de um transplante de medula óssea. A colheita de sangue foi agendada para o próximo dia 25.


"Estamos habituados a dar a vida pela dos outros. Desta vez, tínhamos de fazer tudo o que estivesse ao nosso alcance para ajudar um dos nossos", explica ao Correio da Manhã José Amaro, adjunto de comando dos Bombeiros Voluntários de Terras de Bouro.

Fernando Morgado já fez vários tratamentos de quimioterapia, mas durante o último mês o seu estado de saúde agravou-se. O bombeiro, casado e pai de duas meninas, de três anos e de cinco anos, está em casa, em isolamento. "Só contactamos com ele por telefone, uma vez que está impedido de sair de casa. Mas sabemos que o seu estado de saúde se tem agravado", acrescenta José Amaro.

Na família de Fernando Morgado ninguém é compatível para a doação, e por isso a corporação onde é voluntário avançou com uma campanha para conseguir um dador.

No próximo dia 25 uma equipa do Centro de Histocompatibilidade do Norte (CHN) estará no quartel, em Terras de Bouro, para a colheita de sangue dos potenciais dadores.


Nenhum comentário:

Postar um comentário