quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Transplante de medula óssea: celebração da vida


Um evento simples – o segundo Encontro Natalino dos Transplantados de Medula Óssea - reuniu no Hospital Universitário Walter Cantídio (Hospital das Clínicas) um grupo de pacientes com razões superlativas para celebrar a vida. Eles escaparam da morte certa graças à introdução no Ceará desse tipo de transplante.

Por que o registro neste espaço? Porque uma simples providência como essa livrou inúmeros cearenses da necessidade de se deslocar a outros estados distantes (sobretudo no Sul e Sudeste) para obter o acesso a essa conquista da Medicina e salvar suas vidas.

Desde 2008, quando se firmou a parceria entre o Hospital das Clínicas e o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce) para viabilizar o transplante de medula óssea no Estado, 38 pacientes tiveram uma nova oportunidade de vida, livrando-se do abraço fatal de leucemias, linfomas, mielomas múltiplos e mielodisplasias. O Hemoce conserva as células de medula óssea doadas, e o Hospital das Clínicas realiza a cirurgia.

Ressalte-se que esse tipo de procedimento médico há muito é feito, no Brasil, gratuitamente, através do Sistema Único de Saúde (SUS). Ou seja, deixou de ser um recurso médico só acessado por pessoas vinculadas aos planos de saúde particulares, ou que pudessem bancar esse tratamento (inacessível ao bolso da maioria dos brasileiros). Até três anos atrás era preciso deixar o Ceará para acessá-lo. O que implicava na necessidade de superar muitas dificuldades adicionais, tais como obter passagem para o deslocamento e hospedagem para os familiares.

A incidência de leucemia no Ceará, sobretudo em crianças e adolescentes, continua sendo um drama para qualquer família. Hospitais infantis como o Albert Sabin convivem com essa realidade, diuturnamente. Muitos profissionais têm-se destacado pela competência nessa área. E embora a pouca idade dos pacientes seja um fator mais favorável para o sucesso do tratamento, a recorrência ao transplante de medula é a garantia maior quando os procedimentos convencionais falham.

Quando se trata de adultos, então, as exigências são maiores, e aí o papel do Hospital das Clínicas e do Hemoce ganha uma dimensão ainda mais fundamental por se terem habilitado para o oferecimento da técnica salvadora do transplante de medula óssea.
*



Nenhum comentário:

Postar um comentário