sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Conheça a Louise, saiba o que é a leucemia e como ser um doador de medula óssea


Louise Schwarz, de 12 anos precisa vencer a batalha contra a leucemia . Apesar de ter se curado com quimioterapia em 2009, a doença reapareceu no final do ano passado. Desta vez, mais agressiva e apenas um transplante de medula óssea pode salvar a vida dela.

Ainda que diante da dor e do sofrimento que vem ocorrendo desde a primeira vez que foi diagnosticada aos 8 anos, Louise tem sempre um sorriso no rosto e costuma dizer “que prefere o próprio sofrimento do que se isso acontecesse com qualquer um de seus familiares”.

A doce menina mora atualmente nos Estados Unidos com os pais e três irmãos, para onde mudou-se para continuar o tratamento. Ela foi diagnosticada em Atibaia (HNA), fez a primeira etapa do tratamento no mesmo hospital; seguiu para São Paulo onde continuou a tratar-se e depois, concluiu nos EUA.

Curada, Louise permaneceu por dois anos com o resultado dos exames normalizados. Após sensação de cansaço, identificada no ano passado, Louise foi diagnosticada novamente com Leucemia. A família retorna ao Brasil no dia primeiro de fevereiro. Até lá, a luta por encontrar um doador compatível – um para cada 100 mil pessoas – é intensa. Uma corrida contra o tempo.

Embora novamente acometida pela doença, Louise vem reagindo bem ao tratamento. No entanto, devido à carga de medicação, só mesmo o transplante lhe trará a chance de sobreviver.

CAMPANHA


Amiga de longa data da família de Louise, Vivian Zamboni Carvalho, da Total Fiat, sempre esteve em contato com a mãe da menina.

“Somos amigas desde que tinham uma loja de roupas aqui em Atibaia”, disse Vivian. Sensibilizada com o retorno da doença da menina, a empresária conta que aguardou os resultados de compatibilidade dos pais e irmãos antes de dar início à campanha.

“Nenhum dos familiares pode doar medula óssea para a Louise. Mesmo durante a espera dos resultados, eu não conseguia deixar de pensar em realizar uma grande campanha aqui em Atibaia”, explicou Vivian.

A empresária descobriu a Associação da Medula Óssea do Estado de São Paulo, a AMEO, uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) que é composta por um grupo de pacientes, familiares de pacientes, voluntários, profissionais da área de saúde e possui o apoio técnico do Hemocentro da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.






“Foi tudo muito simples e fácil. Lá na AMEO as pessoas são muito preparadas e me orientaram sobre tudo. A princípio marcaríamos para dezembro, mas preferimos fazer em janeiro após as festas”, lembrou Vivian (foto acima).

“A AMEO envia os profissionais e faz todo o trabalho de inserção dos cadastrados no Banco Mundial de Doadores de Medula Óssea”, contou.

“O que eles nos pediram foi arrecadar leite integral, que é servido e distribuído para os pacientes e familiares, abrigados pela própria AMEO quando em tratamento em São Paulo.


COMPROMETIMENTO


Durante a entrevista ao Atibaia News, a empresária Vivian se emocionou várias vezes. Tanto pela dor da família de Louise quanto pelo comprometimento das pessoas que se envolveram na campanha pelo cadastramento de doadores.

A Total Fiat pertence ao Grupo RCV assim como outras concessionárias de veículos e empresas do segmento de pneus. “Temos cerca de 400 funcionários nas lojas daqui, Campinas, Atibaia, Itatiba e Bragança Paulista. Foi gratificante demais ver o comprometimento dessas pessoas com a causa”, disse Vivian.

“Nossos colaboradores levaram a informação aos seus respectivos familiares, amigos e comunidades que frequentam para que a gente consiga reunir um grande número de pessoas para se cadastrar”, continuou.

Além do apoio dos funcionários da RCV, Vivian salientou o apoio da imprensa, como a Rádio Mix FM e outros veículos, e agência PMC Publicidade, da Prefeitura de Atibaia, de outros patrocinadores e de tantos pessoas.

“Conseguimos tudo de graça. Tanto a confecção como a impressão dos panfletos; das faixas (que apesar de não permitidas em alguns locais foram autorizadas pelo Executivo) e de tantas outras coisas que fizeram esta campanha crescer”, agradeceu a empresária.

Sobre a família de Louise, Vivian fala com carinho. “São pessoas maravilhosas. A Louise é uma menina muito doce e jamais se revoltou com a doença. Mesmo após receber doses fortes de medicação, ela sempre sai sorrindo. Diz que é melhor com ela do que com os pais ou irmãos”, conta.

“Nos Estados Unidos, quando internada, ela escreve no computador como está se sentindo e depois o médico diz como ela está. Uma das frases dela foi: apesar da dor e do sofrimento, serei sempre forte pela minha família”, contou Vivian.

"Temos ue pensar que poderemos ajudar outras pessoas que também dependem de doação de medula. É realmente um ato de amo", por isso cadastre-se e seja um doador de medula", concluiu a empresária.


JÁ É CADASTRADO?

Quem já se cadastrou em outras campanhas – duas já ocorreram em Atibaia na última década – ou em qualquer outro lugar, não precisa se cadastrar novamente.

Entretanto, é essencial que essas pessoas atualizem seus dados por meio do Ministério da Saúde, no Instituto Nacional do Câncer , preencha os dados e você receberá a seguinte mensagem: “Dados enviados com sucesso. Obrigada por enviar as informações, seu cadastro será atualizado. Lembre-se de manter seus dados sempre atualizados”.


SEJA UM DOADOR


Para saber como funciona a doação de medula óssea e todos os detalhes de como pode ser feita, riscos e outros detalhes sobre este importante ato de amor.

Veja o filme institucional da AMEO ou visite o site e saiba como você pode ajudar pessoas com câncer.






FONTE>>http://www.atibaianews.com.br/ver_not.php?id=21943&ed=Sa%FAde&cat=Sa%FAde
*

Nenhum comentário:

Postar um comentário