sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Doadores se sensibilizam com caso do menino Juan

Doadores se sensibilizam com caso do menino Juan
Juan tem oito anos e precisa de um transplante de medula óssea



Mais de 60 pessoas participaram da campanha de doação de medula óssea para Juan Mathias, de oito anos. Ele luta contra uma leucemia há dois anos e meio e está internado em um hospital em Campinas, interior de São Paulo, à espera de um doador compatível. Os médicos deram mais três meses de vida para ele caso não encontrasse um doador compatível. De acordo com a responsável pelo setor de doação do Hemonúcleo, Vânia Nahas, o número foi considerado positivo, já que durante o ano passado inteiro o Hemonúcleo conseguiu cadastrar pouco mais de 2 mil interessados em doar medula.

Conforme Vânia, esses cadastros serão vinculados ao Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome). O próprio órgão vai entrar em contato com o doador caso seja compatível com Juan. Caso não sejam compatíveis, os cadastros continuam no Redome, pois eles podem ser compatíveis com outros pacientes que também precisam do transplante.

FAMÍLIA

A avó de Juan, Regina Célia Dutra Falcão, agradeceu a solidariedade do três-lagoense, que tem apoiado a sua família nesse momento de luta e perseverança. “A doação foi uma benção. Em menos de três horas, conseguimos 69 cadastros”, disse. Regina contou ainda que a esperança da família aumentou após esses novos cadastros. “Eu tenho muita fé de que a qualquer momento vou receber a ligação do doador compatível”, disse.



NOVA CAMPANHA

Na próxima terça-feira, dia 31, haverá uma nova campanha no Hemonúcleo, das 18h às 21h. Podem doar medula óssea pessoas saudáveis, com idade entre 18 e 55 anos. Quem já teve ou ainda tem câncer, hepatite ou HIV não pode doar. Os interessados podem ir ao Hemonúcleo, localizado na rua Manoel Rodrigues Artez, número 520, no bairro Colinos.




FONTE>>http://www.jptl.com.br/?pag=ver_noticia&id=46223

Nenhum comentário:

Postar um comentário