quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Hospital de Câncer abre fase 2012 da campanha de doação de medula óssea em Barretos

Diretor executivo do Grupo North Empreendimentos Brasil, responsável pelo North Shopping Barretos, o empresário Sérgio Gomes foi o primeiro doador, na manhã desta segunda-feira, 27, da Campanha de Doação de Medula Òssea, coordenada pelo Hospital de Câncer de Barretos, da Fundação Pio XII. Iniciada nesta segunda, a Campanha vai até o dia 3 de março, com ponto de coleta de sangue dos doadores no North Shopping Barretos.
A campanha conta com equipes para orientar sobre a importância do cadastro de doadores e solucionar quaisquer dúvidas sobre o processo de doação. Para participar basta ter de 18 a 55 anos, preencher uma ficha com informações e permitir a retirada de uma pequena quantidade de sangue, cerca de 5 ml, como fez Sérgio Gomes, a amostra será analisada para classificar o tipo de medula e a possível compatibilidade com pessoas que estejam na fila de espera.
No caso de compatibilidade identificada, o doador cadastrado precisará passar por um pequeno procedimento para retirada de uma quantidade de medula, através de punção. Antes do procedimento o doador passa por uma série de exames para confirmar seu bom estado de saúde. A doação salva vidas, pois o transplante é muitas vezes o único procedimento possível num tratamento de leucemia ou linfoma



http://jornaldebarretos.com.br/site/hospital-de-cancer-abre-fase-2012-da-campanha-de-doacao-de-medula-ossea-em-barretos/

Doadores de medula óssea somente terão cartão obrigatório pelo Ministério da Saúde


Para atender determinação do Ministério da Saúde (MS), a Fundação Hemopa estruturou seus serviços e já disponibiliza o número do Cartão Nacional de Saúde (CNS) aos candidatos ao cadastro de doadores de medula óssea, que só poderão ser voluntários com a apresentação do número do referido documento, que já pode ser obtido no ato do cadastramento, na recepção de Doador do hemocentro.
Criado pela portaria Ministerial 940, de abril de 2011, o CNS é um instrumento que possibilita a vinculação dos procedimentos executados no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) ao usuário, ao profissional que os realizou e também à unidade de saúde onde foram realizados. Segundo a gerente de Captação de Doadores, a assistente social Juciara Farias, é necessária a construção de cadastros de usuários, de profissionais de saúde e de unidades de saúde.
A partir desses cadastros, os usuários do SUS e os profissionais de saúde recebem um número nacional de identificação. “Ao oferecermos esse serviço aos nossos voluntários, não corremos o risco de enfrentar eventual queda no número de novos cadastros. Mas, ressaltamos que o serviço é apenas para os que vão fazer cadastro de doação de medula óssea. Por enquanto, os doadores de sangue não estão incluídos”, alertou.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos.
Serviço:
O Hemopa funciona na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Horário para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

CAMPANHA DE DOAÇÃO DE MEDULA ÓSSEA PARA GIOVANNA

Bebe salva irmão da morte

estrella
Nasceu em Espanha uma bebé especial. Chama-se Estrella e é a segunda criança fruto de uma selecção genética a nascer no país vizinho.

Na prática, os médicos utilizaram espermatozóides e ovócitos dos pais para criarem uma série de embriões em laboratório. Depois de uma bateria de testes, escolheram um deles para implantar no útero da mãe. Tudo para garantir que Estrella é compatível com o irmão, que está à espera de um transplante de medula óssea há já três anos.

Estrella é o segundo bebé a nascer em Espanha na sequência de uma selecção genética. O primeiro caso aconteceu em 2008, também no hospital Virgem do Rosário, em Sevilha. Em Portugal, a lei da procriação medicamente assistida permite que a prática seja realizada do lado de cá da fronteira.

Falta agora marcar o transplante de medula óssea que vai dar a António a possibilidade de ter um futuro, lado a lado, com a irmã.



VÍDEO AQUI
V
http://www.tvi24.iol.pt/internacional/transplante-medula-procriacao-medicamente-assistida-seleccao-genetica-compativel-tvi24/1325189-4073.html

Calouros e veteranos da PUC Londrina participam de trote solidário

Os calouros e veteranos da PUCPR em Londrina estão participando, desde segunda-feira (13), do "Trote Solidário", com atividades de cunho social. O evento de cunho social, além de dar boas-vindas aos novos acadêmicos, também os está mobilizando para arrecadação de alimentos, coleta d esangue, cadastro para doação de medula óssea, atividades teatrais e de circo e também uma palestra motivacional ministrada pelo professor Steven Dubner.

Nesta quarta-feira (15) tem apresentação do show cômico com "Os Toscos", da Fundação Cultura Artística de Londrina (Funcart), às 10h e às 20h30. A coleta de sangue e cadastro para a doação de medula óssea começa às 19h e vai até às 22h.
Na quinta-feira (16), é a vez do pessoal da manhã participar da doação de sangue e do cadastro de medula, das 8h às 12h.
Segundo Leonir Nardi, do Núcleo da Pastoral da PUCPR Londrina, todo o material coletado será enviado para o Hemocentro de Londrina. Ainda de manhã, às 10h, o grupo de ballet da Funcart faz apresentação de ballet clássico.
Já às 19h30, no auditório do campus, será realizada a palestra "Não sabendo que era impossível ele foi lá e fez", com Steven Dubner, técnico de atletas portadores de deficiência e coordenador geral da Associação Desportiva para Deficientes (ADD), uma instituição sem fins lucrativos que tem como principal objetivo desenvolver e integrar pessoas portadores de deficiência por meio do esporte e da educação.
Na sexta-feira (17), a arrecadação de alimentos será feita nos Supermercados Cidade Canção, com os calouros se revezando nas atividades de coleta. As entidades beneficiadas serão o Centro Infantil Victória Mazetti Dinardi, a Toca de Assis, o Asilo São Vicente de Paula e o Hospital do câncer.
No dia 29 haverá uma Celebração Eucarística de abertura do ano letivo, às 10h para os alunos da manhã e às 20h30 para o período noturno. A maioria das atividades está sendo realizada no campus da universidade, na Vila Hípica.
As aulas na PUCPR Campus Londrina começaram no dia 6 de fevereiro. Um evento cultural com a orquestra, coral, grupo de dança e teatro da universidade  e agora o Trote Solidário, que mobiliza e reúne a todos, inclusive a comunidade londrinense.
*

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

PRÓ-SANGUE PRECISA DE DOADORES DE TODOS OS TIPOS SANGUINEOS

CAMPANHA DE DOAÇÃO DE SANGUE EM GUARIBA /S.P

TIAGO PRECISA DE DOADORES DE SANGUE COM URGENCIA!

ESTOQUES DE SANGUE ESTÃO CRITICOS E HEMONUCLEO CONVOCA DOADORES

Período de férias e, agora, carnaval, é uma época onde os doadores de sangue ‘somem’ dos hemonúcleos do Estado.

Na capital, a fundação responsável pelo abastecimento de 128 hospitais registrou queda de 30% nas doações em janeiro e pede ajuda da população para garantir bolsas neste período.

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo decidiu convocar os paulistas para que doem sangue antes do Carnaval. O receio da pasta é que durante o período de folia os estoques de bolsas de sangue comprometam até mesmo a realização de cirurgias.

Os estoques da Fundação Pró-Sangue, órgão da Secretaria responsável pelo abastecimento de 128 hospitais na capital e Grande São Paulo, registraram queda de 30% em janeiro, período de férias, e encontram-se em níveis críticos.

Em Catanduva segundo a Assistente Social e responsável pela capitação de sangue e medula do Hemonúcleo local as doações de sangue tiveram grande queda, fazendo com que os estoques caíssem até 50%. “Nessa época do ano os doadores não vêm doar. Por isso fazemos um trabalho de captação, ligando para os doadores e mandando cartas, porém ainda assim a procura por doação é bem baixa”, lamenta Francisca.

A responsável pela captação convida os doadores para doarem sangue antes do carnaval ou até mesmo durante tendo em vista o funcionamento do Hemonúcleo.

“O doador pode vir aqui, pois estaremos funcionando em horário normal e isso, sem dúvida, é muito importante para nós”, diz.

ESTADO

A queda nos estoques de sangue, segundo a saúde, retrata um índice extremamente crítico no que diz respeito aos padrões de regularidade da manutenção dos estoques da Fundação, órgão vinculado à Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo responsável pelo abastecimento de 128 hospitais da rede pública da Região Metropolitana.

“É fundamental que a população faça as doações antes do feriado de Carnaval para evitar que os estoques caiam ainda mais e possibilitando a realização de cirurgias de urgências", afirma Osvaldo Donini, coordenador da Hemorrede.

A Pró-Sangue nesse momento necessita de doadores de todos os tipos de sangue. Algumas ações como a convocação de doadores por telefone, e-mail e SMS foram tomadas. Na semana passada uma campanha de doação de sangue nas empresas foi lançada, em parceria com o Fundo Social de Solidariedade, com disponibilização de coletas externas. Mas o apoio da população, doando sangue nos postos de coleta da Pró-Sangue, é fundamental para a rápida regularização dos estoques.

DOADOR

Para doar sangue basta estar em boas condições de saúde, alimentado, ter entre 16 e 67 anos, pesar mais de 50 kg e levar documento de identidade original com foto. É recomendável evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e não ter ingerido bebidas alcoólicas 12 horas antes. Se a pessoa estiver com gripe ou resfriado, não deve doar temporariamente. Mesmo que tenha se recuperado, deve aguardar uma semana para que esteja novamente apto à doação.

É recomendável evitar alimentos gordurosos nas 4 horas que antecedem a doação e, em caso de bebidas alcoólicas, 12 horas antes.

Mais informações no site da Pró-Sangue: www.prosangue.sp.gov.br ou pelo Alô Pró-Sangue 0800-550300.

O hemonucleo Catanduva está localizado na rua 13 de Maio, 974, Centro. O funcionamento é de segunda-feira à sexta-feira das 7 às 13 horas. Aos sábados das 7 às 12 horas, sendo que na segunda de carnaval e na quarta-feira de cinzas o atendimento será normal.


FONTE
http://www.oregional.com.br/portal/detalhe-noticia.asp?Not=273657

Primeiro banco municipal de medula óssea abre em Penafiel


O Centro de Histocompatibilidade do Norte (CHN) apresenta, na quarta-feira, em Penafiel, o primeiro Banco Municipal de Medula Óssea, que prevê a recolha de amostras de sangue, com carácter regular, em todo o concelho.
Segundo fonte da autarquia local, esta iniciativa está a ser preparada há mais de um ano e deverá garantir, com o apoio de instituições e juntas de freguesia, “a inscrição de dadores de medula óssea até se conseguir atingir uma cobertura razoável da sua população”.
Na quarta-feira, a partir das 9h30, no centro da cidade de Penafiel, haverá as primeiras acções de recolha de sangue, procedendo-se também à inscrição de novos dadores.
O Centro de Histocompatibilidade do Norte e a Câmara de Penafiel, parceira neste projecto, vão apresentar formalmente a acção, às 11h, no auditório municipal, anunciando-se a presença de familiares de doentes que carecem de transplante de medula.
Essas pessoas, segundo a organização, “vão, com os seus testemunhos, demonstrar a importância do aumento do número de dadores de medula óssea em Portugal”.
“Este projecto introduz uma nova forma de encontrar dadores na sociedade, com a criação de mais locais de inscrição e com acções periódicas e regulares de recolha de amostras de sangue”, disse a fonte.
O Banco Municipal de Medula Óssea de Penafiel não se traduz em custos acrescidos para as 2 entidades promotoras, ajudando até a reduzir os encargos nas saídas em serviço das brigadas de recolha de dadores.
As amostras de sangue e os dados dos respectivos dadores são guardados no CHN, ao qual caberá a coordenação técnica e científica das acções, como se prevê num protocolo assinado com o município de Penafiel.

*

‘Doe vida’ mobiliza bauruenses a doar sangue

O Rotary Club de Bauru Vitória Régia realiza amanhã, dia 15 de fevereiro, a campanha “Doe Vida”, no Hemonúcleo de Bauru, das 7h às 11h30 e das 14h às 16h. A iniciativa consiste em incentivar a Doação Voluntária de Sangue e a Captação de Doadores de Medula Óssea. 

Para viabilizar essa proposta, as rotarianas distribuirão cartazes e panfletos em escolas, empresas, comércio e mobilizarão a comunidade sobre a importância da doação, através da divulgação na mídia regional de Bauru. O objetivo é manter níveis satisfatórios de estoques de sangue e hemocomponentes e contribuir para atualizar o cadastro no Registro Nacional de Medula Óssea (Redome).

O Rotary Vitória Régia realiza a campanha, desde sua fundação, em 2007. Segundo a ex-presidente do clube Haidée Haddad, no ano passado a campanha conseguiu convocar 150 doadores de sangue. Desses, 90 fizeram o cadastro no Redome. 

Para se cadastrar no Redome, o candidato deve ter entre 18 e 55 anos e boa saúde. As dúvidas serão esclarecidas pelos profissionais do Hemonúcleo. O cadastramento consiste na coleta de uma amostra de sangue (5 ml) para a tipagem das características genéticas, importantes na verificação de compatibilidade. Um sistema informatizado cruza as informações genéticas dos doadores voluntários cadastrados com as dos pacientes que precisam do transplante. 



• Serviço


Para participar da campanha, é preciso ir ao Hemonúcleo de Bauru (rua Monsenhor Claro, 8-88), das 7h às 11h30 e das 14h às 16h, com documento de Identidade (RG). As voluntárias do clube estarão no hemocentro para dar informações sobre a doação de sangue e o cadastro na rede de doadores de medula óssea. Ainda haverá lanche especial aos doadores. Informações: (14) 3234-4412. 



http://www.jcnet.com.br/editorias_noticias.php?codigo=221447
*

Demanda de sangue deve aumentar cerca 30% no carnaval, diz Hemoam


A demanda por sangue no período do carnaval deve chegar aos 30%, em Manaus. A estimativa é da Fundação de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam). De acordo com a previsão, o órgão deverá receber mais de seis mil doações. A quantidade, segundo o Hemoam, deverá ser maior em relação aos períodos normais do ano para atender as necessidades em decorrência dos acidentes e crimes de violência que possam ser registrados no carnaval.
As bolsas de sangue coletadas são distribuídas aos principais prontos-socorros e grandes hospitais da capital do Estado. Conforme o setor de captação de doação de sangue, o hemocentro tem uma necessidade normal de aproximadamente 4 mil bolsas por mês. Ainda de acordo com o setor, o hospital tem um saldo de estoque, equivalente há seis dias, como forma preventiva para garantir as doações emergenciais.
Segundo a assistente social do Hemoam, Wanderleia Ribeiro, são necessárias no mínimo 200 bolsas de sangue a serem coletadas por dia para atender a demanda durante o período do carnaval. “Nas doações internas são necessários a captação de 200 a 250 bolsas ao dia para suprir as necessidades diárias”, disse. “Para as atividades externas é necessário um público de no mínimo 6 mil doadores para a captação do sangue”, completou.
Ainda de acordo com a assistente social, o objetivo é esclarecer a população o quanto é importante doar sangue. “A doação de sangue não é obrigatória, mas é uma responsabilidade de toda a população para garantir a vida da pessoa que está num estado de emergência”, ressaltou.
Perfil do doador
A assistente social lembra que qualquer pessoa pode fazer doação de sangue, desde que esteja com boa saúde. Ter idade entre 18 e 75 anos e peso acima de 50 quilos. O candidato à doação deve estar bem alimentado e munido de documento de identidade. Adolescentes de 16 a 17 com o perfil especificado acima, podem fazer doação de sangue se autorizados dos pais ou responsável.
A assistente explica que não pode doar sangue, o candidato que teve hepatite depois dos 10 anos de idade. Praticou comportamento sexual de risco. Usa drogas.  Foi diagnosticado com malária. Recebeu transfusão sanguínea ou teve doenças sexualmente transmissíveis nos últimos 12 meses, e se apresentou sintoma febril nos últimos 30 dias.
Queda
Ainda de acordo com o Hemoam, no período do carnaval é possível perceber uma queda no número de doadores, por conta de viagens e programação que antecede as folias.
Atendimento
Durante o carnaval, o setor de captação do Hemoam irá funcionar no sábado (18), de 7h às 4h, na segunda-feira (20), de 7h às 18h, e na quarta-feira de cinzas, de 13h às 18h.
*

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Futuro de Gustavo Martins continua nas mãos de um doador

Quase três meses depois de ser tornado público o problema de saúde do filho mais velho do futebolista Carlos Martins e a necessidade urgente de um transplante de medula óssea, "continua tudo igual". O desabafo é feito pelo irmão do jogador do Málaga, Nelo Martins que, contactado pelo JN, reconheceu que "o futuro é uma incógnita". "O Gustavo está estável, mas continua a precisar do transplante. O grande problema dele é ao nível das plaquetas que o obrigam a fazer transfusões mais ou menos de quinze em quinze dias. Os outros valores podem subir um bocado, mas descem logo, enquanto o das plaquetas não. Ele tem estado controlado e todas as semanas vai ao hospital em Espanha, mas não sabemos como será a longo prazo", explicou o tio do petiz.



Gustavo "ainda é muito pequeno e não se apercebe da gravidade da situação mas, no outro dia, disse à médica que não queria mais 'paquetas', ou seja, plaquetas", contou ainda Nelo Martins. Segundo ele, Gustavo "é uma criança resistente, apesar do que tem passado. O facto de ter sido uma criança saudável até ao momento do diagnóstico também tem ajudado a que não vá muito abaixo e continue a ser uma criança alegre". Agora, "ele parece melhor e houve uma revista que até escreveu que já estava bem mas, infelizmente, não está. O meu sobrinho desinchou quando suspenderam o tratamento de cortisona - pois não estava a fazer efeito - e ficou com um aspecto mais saudável. No entanto, continua a ser urgente o transplante".
Recorde-se que foi em Agosto do ano passado, depois de uma queda, que os médicos descobriram que o pequeno Gustavo sofre de aplasia medular. A cura passa obrigatoriamente por um transplante de medula óssea. Feitos os exames aos familiares mais próximos, entre eles os irmãos de Gustavo, Bruna, de 11 anos, (filha apenas da parte da mãe, Mónica) e Martim, de apenas um ano, nenhum se revelou compatível, por isso a esperança depende de um dador desconhecido.

sábado, 4 de fevereiro de 2012

Primeira doação de sangue da Fiec contou com os candidatos




A Fundação Indaiatubana de Educação e Cultura (Fiec) - em parceria com o Centro de Hematologia e Hemoterapia da Unicamp (Hemocentro) – realizou a campanha mensal de doação de sangue, no dia 28 de janeiro.
Compareceram 159 doadores, sendo que foram coletadas 113 bolsas; 44 pessoas consideradas inaptas ao ato, 42 doadores compareceram pela primeira vez e duas desistências.
Segundo o Hemocentro, Indaiatuba é considerada uma das cidades mais importantes no que se refere à coleta de sangue, já que tem 80% de doadores assíduos e conta com uma divulgação contínua de incentivo, despertando o interesse da população em participar ativamente deste ato solidário.
Doação de medula óssea
O Hemocentro também vem realizando cadastros para doação de medula óssea. Nesta primeira campanha do ano foram registrados 24 candidatos. A medula óssea é um tecido gelatinoso que ocupa o interior dos ossos, sendo conhecido popularmente por “tutano”. Na medula óssea são produzidos os componentes do sangue: as hemácias (glóbulos vermelhos), os leucócitos (glóbulos brancos) e as plaquetas.
O transplante de medula óssea é recomendado à pacientes com doenças que afetam as células do sangue, como leucemias, anemia a plástica e linfomas. O transplante é a substituição da medula óssea doente por uma saudável. Com isso, o organismo do paciente transplantado passa a produzir novas células da medula óssea e do sangue.
Aids, Câncer e Hepatite C são as doenças proibitivas para a inscrição como doador. Portanto, hepatites A e B, pressão alta, diabetes, entre outras, não inibem a inscrição. No momento em que for convocado como doador será feita uma bateria de exames.
 
http://www.itu.com.br/regiao/noticia/primeira-doacao-de-sangue-da-fiec-contou-com-os-candidatos-20120203

Justiça obriga Hemope a reabrir centro de transplantes

Quase dois meses depois da Secretaria de Saúde fechar o Centro de Transplante de Medula Óssea do Hemope, que funcionava no Hospital dos Servidores do Estado, a Justiça Federal decidiu, através de liminar, obrigar o governo do Estado a reabrir a unidade. A decisão é assinada pelo juiz Roberto Wanderley Nogueira, da 1ª Vara de Pernambuco. O Centro havia sido fechado em 1º de dezembro de 2011, segundo o governo do Estado, por apresentar um serviço deficiente e ter uma baixa produtividade - uma média de sete transplantes por ano. A decisão foi uma resposta a ação popular assinada pelos Amigos do Transplante de Medula Óssea (Atmo) e Frente Contra a Privatização da Saúde. O governo do Estado foi notificado na última sexta-feira (27) e garantiu, nesta segunda-feira (30), que vai recorrer da decisão.


http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/cidades/saude/noticia/2012/01/30/justica-obriga-hemope-a-reabrir-centro-de-transplantes-30376.php
*