sábado, 4 de fevereiro de 2012

Primeira doação de sangue da Fiec contou com os candidatos




A Fundação Indaiatubana de Educação e Cultura (Fiec) - em parceria com o Centro de Hematologia e Hemoterapia da Unicamp (Hemocentro) – realizou a campanha mensal de doação de sangue, no dia 28 de janeiro.
Compareceram 159 doadores, sendo que foram coletadas 113 bolsas; 44 pessoas consideradas inaptas ao ato, 42 doadores compareceram pela primeira vez e duas desistências.
Segundo o Hemocentro, Indaiatuba é considerada uma das cidades mais importantes no que se refere à coleta de sangue, já que tem 80% de doadores assíduos e conta com uma divulgação contínua de incentivo, despertando o interesse da população em participar ativamente deste ato solidário.
Doação de medula óssea
O Hemocentro também vem realizando cadastros para doação de medula óssea. Nesta primeira campanha do ano foram registrados 24 candidatos. A medula óssea é um tecido gelatinoso que ocupa o interior dos ossos, sendo conhecido popularmente por “tutano”. Na medula óssea são produzidos os componentes do sangue: as hemácias (glóbulos vermelhos), os leucócitos (glóbulos brancos) e as plaquetas.
O transplante de medula óssea é recomendado à pacientes com doenças que afetam as células do sangue, como leucemias, anemia a plástica e linfomas. O transplante é a substituição da medula óssea doente por uma saudável. Com isso, o organismo do paciente transplantado passa a produzir novas células da medula óssea e do sangue.
Aids, Câncer e Hepatite C são as doenças proibitivas para a inscrição como doador. Portanto, hepatites A e B, pressão alta, diabetes, entre outras, não inibem a inscrição. No momento em que for convocado como doador será feita uma bateria de exames.
 
http://www.itu.com.br/regiao/noticia/primeira-doacao-de-sangue-da-fiec-contou-com-os-candidatos-20120203

Nenhum comentário:

Postar um comentário