segunda-feira, 21 de maio de 2012

Gustavo termina ciclo de ‘quimio’


Segundo o plano de tratamento definido pelos responsáveis médicos do IPO para o menino de três anos, que sofre de aplasia medular, termina hoje o ciclo de quatro sessões de quimioterapia que têm como objectivo destruir o sistema imunitário de Gustavo e preparar a entrada das novas células.
A recolha de medula óssea do dador norte-americano será realizada quarta-feira nos Estados Unidos e no dia seguinte estará em Portugal para o transplante.
O procedimento, explicou Nuno Miranda, médico hematologista que vai tratar de Gustavo, assemelha-se a uma transfusão de sangue. As novas células serão introduzidas no corpo da criança através de um tubo ligado por cateter à veia.
O anúncio da doença do filho de Carlos Martins, em Novembro de 2011, após o jogo Portugal-Bósnia, comoveu o País e deu origem a uma onda de solidariedade. Desde então, registou-se um aumento de 30 mil novos potenciais dadores de medula óssea em Portugal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário