sábado, 21 de julho de 2012

Adolescente santa-mariense ainda precisa de doadores de medula óssea


O adolescente de Santa Maria de Itabira, Danilo Lage Lott, de 13 anos, portador de Síndrome Mielodisplásica (SMD), ainda necessita de doadores de medula óssea, doença que causa deficiência nas células e reduz os glóbulos vermelhos e plaquetas. Desde a confirmação da enfermidade, no mês de maio, a família do jovem iniciou uma campanha para encontrar doadores compatíveis.
 
Segundo a servidora pública Manuela Guerra – que está à frente da campanha – muitos voluntários se prontificaram em ajudar o garoto. “Inclusive, um ônibus levou 40 pessoas de Itabira ao Hemominas, mas agora tem diminuído bastante a procura”, disse. Ela explica que quanto maior o número de voluntários, maiores as chances de se encontrar um doador compatível.
 
Evangeline Lage Lott, mãe de Danilo, diz que no momento ele passa bem, mas os exames estão um pouco alterados. Para sobreviver, o adolescente necessita do transplante de medula óssea. Por isso, a mãe pede que as pessoas procurem a responsável para receber as orientações. “Se puderem doar o mais rápido possível, é muito importante. Agradeço a todos que estão fazendo o exame para análise de compatibilidade”, afirma a mãe.
 
Para ser doador é necessário ter entre 18 e 55 anos. O transporte será disponibilizado de Santa Maria de Itabira ao Hemominas, localizado à Alameda Ezequiel Dias – 321 – bairro Santa Efigênia, em Belo Horizonte. Mais informações pelos telefones: (31) 3838-1340 ou 8339-6867, falar com Manuela.

*

Nenhum comentário:

Postar um comentário