quinta-feira, 12 de julho de 2012

Letícia à espera de um transplante

Letícia, de 3 anos, está internada no Centro Pediátrico do Câncer (CPC) desde a última sexta-feira. Ela tem leucemia e necessita de um transplante de medula óssea. Para ser doador, basta se cadastrar no Hemoce


Letícia Eva vai completar 3 anos no dia 8 de setembro e um pequeno ato de solidariedade pode ser o melhor presente de aniversário da menina, que sofre de leucemia desde os quatro meses de idade. A garota está internada no Centro Pediátrico do Câncer (CPC), mantido pela Associação Peter Pan, desde a última sexta-feira, 6, após uma recaída da doença.

Segundo a mãe de Letícia, Sarah Fontenelle, 26, a garota necessita de um transplante de medula óssea e vai realizar testes de compatibilidade com a mãe biológica e com uma irmã de 5 anos. “Temos que contar com a possibilidade de não ser compatível. O médico falou que são 100 mil doadores para achar um”, explicou.

Sarah foi diagnosticada com mesma doença de Letícia e, há cerca de dois anos, está curada da leucemia. Ela conheceu a criança quando ainda estava em tratamento. “Ela passa 15 dias na minha casa e os outros 15 na casa da mãe biológica. Ela é filha de uma pessoa que conheci e, a partir da convivência, criamos laços. Ela me chama de mãe”, diz emocionada.


Doação


Para ser um doador de medula óssea é preciso ter entre 18 e 55 anos e realizar cadastro como doador voluntário no Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce). Os voluntários doam apenas 10 ml de sangue e a amostra passa por um exame de laboratório chamado de HLA, que define a genética da pessoa e será a base para buscar um doador compatível nos registros nacionais e internacionais.

As doações podem ser feitas em qualquer unidade do Hemoce, localizado na avenida José Bastos, no bairro Rodolfo Teófilo. Coletas externas são realizadas em unidades móveis que recolhem as doações em Fortaleza e no Interior.

A leucemia é uma doença maligna dos glóbulos brancos (leucócitos), geralmente, de origem desconhecida. Tem como principal característica o acúmulo de células jovens anormais na medula óssea, que substituem as células sanguíneas normais.


ENTENDA A NOTÍCIA


Para ser doador de medula, basta ter entre 18 a 55 anos, não ter tido câncer nem doenças em que o contágio se dá pelo sangue. O cadastro, feito em qualquer unidade do Hemoce, é simples e leva poucos minutos.


Serviço
Doação de medula óssea
Quem: pessoas entre 18 e 55 anos
Onde: Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce)
Endereço: avenida José Bastos, 3.390, Rodolfo Teófilo
Outras informações: 3101 2300 ou captacao@hemoce.ce.gov.br
Quando: de segunda a sexta-feira, das 7h30min às 18h30min, e aos sábados, das 8 às 16 horas.
Se o interessado estiver dentro do perfil, basta se dirigir ao hemocentro mais próximo com documento de identidade e comprovante de endereço.
Além de preencher ficha de cadastro e termo de consentimento, o candidato doa 10 ml de sangue para a realização de exames de características genéticas.
*


Nenhum comentário:

Postar um comentário