terça-feira, 7 de agosto de 2012

Band apoia campanha da Casa Hope


A Casa Hope, com o apoio do Grupo Bandeirantes, lança nesta segunda-feira o projeto “Ampliando Esperança”, que visa arrecadar fundos para a construção de um novo núcleo de atendimento específico para jovens e adolescentes com câncer ou transplantados de medula óssea, rim e fígado.

Segundo Cláudia Bonfiglioli, fundadora do projeto, essa é a primeira vez que um grupo de comunicação abraça a causa. "Temos muita esperança nessa campanha, pois, com isso, vamos iniciar um segundo projeto. Após esses 16 anos, percebemos que nossas crianças cresceram e se tornaram adolescentes. E, apesar de estarem curadas, elas precisam sempre voltar a São Paulo para os exames, pois o câncer é uma doença crônica", completou.

A nova casa vai atender adolescentes e jovens, com idades entre 15 e 21 anos, e pretende ainda oferecer capacitação institucional. “O local terá enfoque na família e oferecerá serviços como teste vocacional, para que nossos adolescentes possam voltar a ter uma vida normal”, disse a fundadora do projeto. Dessa forma, esse grupo continua a ser atendido sem tirar a vaga de outras crianças que estão em início de tratamento. A expectativa, de acordo com Claudia, é que as obras da nova casa sejam iniciadas já no próximo ano.

As doações podem ser feitas pelo site da Casa Hope ou pelo telefone 0800 941 7900, nos valores de R$ 20, R$ 30 e R$ 50. As doações serão feitas diretamente à instituição, que isenta oGrupo Bandeirantes de qualquer responsabilidade sobre a arrecadação e destinação das verbas recebidas nesta campanha.

Casa Hope

Fundada há 16 anos, a Casa Hope é uma iniciativa 100% filantrópica. Fundada por Cláudia Bonfiglioli e Patrícia Thompson, a instituição oferece apoio biopsicossocial e educacional a crianças e adolescentes de baixa renda portadores de câncer e a seus familiares, além de ajudar transplantados de medula óssea, rim, fígado e pâncreas, vindos de todo o Brasil.

A sede própria foi construída em 2009 com apoio de parceiros e colaboradores e possui, atualmente, 188 leitos, refeitórios, salas de TV e de convivência, escola, brinquedoteca, salas e consultórios do serviço social, psicologia e terapia ocupacional, espaços específicos para o desenvolvimento de cursos de capacitação profissional, ampla área de lazer, além de outros espaços distribuídos em mais de 6 mil m² de área construída.

Somente em 2001, a instituição realizou 25.129 atendimentos, oferecendo serviços de moradia, alimentação com uma dieta balanceada e acompanhamento nutricional, vestuário, medicamentos, total assistência no transporte aos hóspedes, serviço social, assistência psicológica, escola/apoio pedagógico, recreação dirigida, assistência odontológica, terapia ocupacional, oficinas e cursos de capacitação profissional extensivos aos acompanhantes dos atendidos.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário