terça-feira, 21 de agosto de 2012

Número de doadores de medula óssea cai em Minas Gerais


Em 2011, mais de 59 mil pessoas se cadastraram para doação.
Nos 6 primeiros meses deste ano, apenas 10 mil cadastros foram realizados.


O número de doadores de medula óssea caiu em Minas Gerais, segundo dados divulgados pela Fundação Hemominas. Em 2011, mais de 59 mil cadastros para a doação foram realizados no estado. Já nos seis primeiros meses deste ano, foram cerca de 10 mil cadastros.

De acordo com a fundação, a chance de o doador ser compatível é de 1 para 100 mil, entre pessoas que não tem parentesco. Entre parentes, a chance é de 25% a 30% e, por isso, é necessário que o número de doadores cadastrados aumente.

Para se cadastrar é preciso ter entre 18 e 54 anos e ter boa saúde. Em um primeiro momento, é colhida uma pequena amostra de sangue, que é submetida ao exame de classificação de medula e enviada ao Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome). Quando surgir compatibilidade do doador com algum dos pacientes que aguardam transplante são feitos novos procedimentos para a doação. Para mais informações, acesse o site da Fundação Hemominas ou ligue para 155.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário