segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Hemopa quer doadores de sangue e medula


O Dia Nacional do Doador de Sangue foi lembrado ontem, mas a Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará (Hemopa) realiza uma semana inteira de campanha para captar novos doadores voluntários. Desde o sábado, 24, até o dia 1º de dezembro, a fundação reforçou a coleta de doadores de sangue e o cadastro de doadores de medula óssea. A média de doações, somente no sábado, foi de 400 doadores. A programação vai ter exibição de vídeos educativos sobre doação de sangue, de medula óssea e prevenção da saúde.

Sábado, na abertura da campanha, o evento contou com a parceria da “12ª Campanha Especial RBA & Hemopa”, com a promoção de show com artistas da terra, produção de programas ao vivo da sede do hemocentro e chamadas durante a programação da emissora de TV, estimulando seus telespectadores a aderir à campanha em homenagem aos doadores de sangue do Brasil e do Pará.

Carlos da Silva, autônomo, é doador há três anos. “Eu tinha um amigo que precisava de sangue, vim para ajudá-lo e resolvi continuar com essa cidadania. E eu venho regularmente, de três em três meses”, conta. Também é doadora voluntária há alguns anos a professora Leilane Nunes. “Faço porque acho que é importante ajudar. Nunca doei para ninguém específico, mas ajudar o próximo é bom”, comenta. O promotor de vendas Manoel Fernandes lembra da primeira vez que doou. “Foi em 2006, para uma tia minha que precisava. Me senti bem nesse dia, com o dever cumprido, aí resolvi fazer sempre. Acho até que falta hemocentro aqui. Tem gente que vem de longe para doar”, relata.

Segundo a gerente de Captação de Doadores, Jussiara Faria, esse é um momento de homenagem. “A gente quer homenagear os doadores voluntários. Cada doação pode salvar até quatro vidas. Hoje estamos com o estoque equilibrado, mas essa campanha já colabora com o mês de dezembro, quando o número de doações cai”, afirma.

O Pará tem em média 400 mil doadores, mas apenas 47% deles são de repetição, aqueles que doam periodicamente.

“A gente está aproveitando para pedir aos doadores que venham atualizar seus cadastros, porque, de 10 contatos que tentamos, conseguimos apenas cinco, porque os telefones mudam”, alerta.


Para doar sangue, é preciso ter boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos e peso acima de 50 Kg. Não pode ter tido hepatite após os 10 anos de idade e não pode estar exposto a doenças transmissíveis pelo sangue. É necessário portar documento de identidade original e com foto. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher, a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.

fonte>>http://www.diariodopara.com.br/N-163423-HEMOPA+QUER+DOADORES+DE+SANGUE+E+MEDULA.html
*

Nenhum comentário:

Postar um comentário