terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Estoque de plaquetas tipo O- está zerado e A- em baixa no Hemosul


O Centro de Hematologia e Hemoterapia de Mato Grosso do Sul (Hemosul) está precisando com urgência de doações de plaquetas do tipo sanguíneo O negativo. Conforme a assessoria, o estoque está zerado e a do tipo A negativo já está em baixa.

Com o período de férias e muitos voluntários viajando, as doações de sangue diminuem o que agrava o problema já que as plaquetas só duram cinco dias e não tendo doadores, não tem como repor o estoque.

Plaquetas

O sangue contém grande quantidade de plaquetas e parte delas pode ser doada sem causar prejuízo algum à saúde do doador. A doação de plaquetas ajuda muitas pessoas, principalmente as que sofrem de leucemia e outros tipos de câncer.

A forma mais comum de coleta de plaquetas é por meio da doação de sangue. Após a coleta, a bolsa de sangue é encaminhada para o fracionamento, em que é separada em quatro componentes: concentrado de hemácias, plasma, plaquetas e crioprecipitado (fatores de coagulação). As plaquetas são armazenadas a uma temperatura de 20 a 24°C, sob agitação constante por três a cinco dias.

Doação

Para doar sangue é necessário estar munido de um documento com foto (carteira de identidade, trabalho ou habilitação), ter entre 16 e 67 de anos, sendo que os menores de idade só poderão realizar a doação mediante autorização dos pais ou responsável. Além disso, é necessário estar bem alimentado, não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas doze horas nem mesmo socialmente, e pesar no mínimo 55 kg.
Edemir Rodrigues
Os interessados devem comparecer ao Hemosul na avenida Fernando Correa da Costa, 1.304, Centro de Campo Grande. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira no período das 7h às 17h30.

Nenhum comentário:

Postar um comentário