sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Bactéria da tuberculose pode ficar escondida na medula óssea


O tratamento existe, mas a tuberculose ainda infecta cerca de dois bilhões de pessoas pelo mundo e acarreta 1,7 milhão de mortes por ano, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). Estudo liderado por um brasileiro ajuda a entender por que a doença é tão resistente: mesmo após tratamento, a bactéria da tuberculose pode ficar escondida por anos na medula óssea e possivelmente voltar à atividade, provocando o reaparecimento dos sintomas.

A constatação foi feita depois de inúmeros testes em laboratório com culturas de células humanas de medula e camundongos infectados com a doença e depois tratados. Também foram conduzidos estudos clínicos com seis pacientes indianos sem sintomas e supostamente curados com antibióticos. Em todos os casos, a equipe de pesquisadores observou a presença da bactériaMycobacterium tuberculosis (bacilo de Koch) nas células-tronco da medula óssea.

Fonte: Instituto Ciência H0je

Nenhum comentário:

Postar um comentário