domingo, 17 de fevereiro de 2013

GAROTO DE MS PRECISA DE DOAÇÃO PARA SEGUIR TRATAMENTO CONTRA LEUCEMIA




Com leucemia desde quando nasceu, o pequeno Lucas Mendes Nakahara, que tem 1 ano e vive com os pais em Naviraí, a 359 km de Campo Grande, precisa de ajuda financeira para seguir o tratamento contra a doença. O pai Anderson Takeshi Nakahara e a mãe Fabiana Tereza Mendes estão com o garoto em Curitiba, onde ele fez transplante no dia 29 de janeiro de 2013.

A tia do menino, Aline Tetsue Nakahara Campos, 23 anos, disse ao G1 que o sobrinho recebeu a medula do irmão mais velho, de 2 anos. Segundo a mãe de Lucas, além da leucemia ele também sofre da síndrome de Wiskott-Aldrich, doença descoberta no primeiro filho dela que morreu aos 7 meses de idade. O segundo filho do casal não desenvolveu a doença e, por isso, pode ser o doador do irmão caçula.

Segundo a tia de Lucas, o problema agora é que a família precisa de um apartamento que seja perto do hospital e que tenha isolamento para o tratamento pós-operatório, o que, segundo Aline, é muito caro e a família não tem dinheiro suficiente para custear.

“Minha cunhada Fabiana e meu irmão Takeshi estão dependendo de doações e caridade. A história da minha família é trágica, pois minha cunhada já perdeu o primeiro filho com a mesmo doença por falta de tratamento médico adequado. Estamos desesperados pois não suportaríamos mais uma perda como essa em nossa casa”, relatou, lembrando o outro filho do casal que morreu aos 7 meses.

O tratamento de Lucas deve durar aproximadamente seis meses. Por isso, a família precisa de doações para continuar em Curitiba com o tratamento. Fabiana, mãe da criança, disse ao G1 que a família começou uma campanha de doações pedindo ajuda a amigos por meio de uma rede social, mas que ainda dependem de doações.

"Estamos precisando de cesta básica, depósito em dinheiro, fralda descartável, roupas e qualquer outro tipo de ajuda que a pessoa puder doar", explica a mãe. Ela ainda disse que a família aguarda o auxílio financeiro de um programa social do governo federal que dá auxílio para as famílias seguirem o tratamento médico dos filhos.

"Já recebi ajuda financeira desse programa no começo do tratamento do Lucas, quando nós tínhamos que viajar de Naviraí até Curitiba para fazer exames e todos os custos da viagem foram pagos pelo programa. Agora o pagamento para o tratamento deve começar a partir de março.", explicou Fabiana.

A família informa que os interessados em ajudar com doações podem entrar em contato pelos telefones (41) 9980-7727 e (41) 8435-7407 ou ainda fazer diretamente depósito na conta da mãe da criança, Fabiana Tereza Mendes. A agência é a 0954-7 e a conta corrente 30547-2 do Banco do Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário