sábado, 23 de fevereiro de 2013

Grupo Mais Vida cadastra doadores de medula óssea

Para cadastro é necessário preencher um ficha com dados pessoais e retirar 5 ml de sangue


O Grupo Mais Vida, em parceira com o Hemonúcleo do Hospital Amaral Carvalho, realiza, no próximo dia 2 de março, uma campanha para cadastramento de doares de medula óssea. A atividade acontece no Grêmio da Cia. Paulista, das 8 às 13 horas.

Para o cadastramento é necessário ter de 18 a 55 anos, preencher uma ficha com todos os dados pessoais, como: nome completo, endereço atualizado, telefones para contatos; é indispensável a apresentação de documento com foto.

Em entrevista à Rádio Excelsior Jovem Pan Sat, Luciana Sartori e Patrícia Pitolli, integrantes do Grupo Mais Vida, destacaram a importância deste cadastramento. Segundo elas, é necessário aumentar o número de cadastrados, pois é muito difícil encontrar compatibilidade entre doadores e receptores. O transplante de medula óssea é considerado a única esperança para portadores de leucemia e outras doenças do sangue.

No dia do cadastramento, o doador apenas preenche a ficha e retira 5 ml de sangue, necessário para se determinar o DNA da pessoa. Quando houver receptor compatível, o doador é chamado para realizar o transplante, que consiste na retirada de uma pequena quantidade do tecido líquido-gelatinoso que ocupa o interior dos ossos, sendo conhecida popularmente por ‘tutano’. Na medula óssea são produzidos os componentes do sangue: as hemácias (glóbulos vermelhos), os leucócitos (glóbulos brancos) e plaquetas.

As integrantes do Mais Vida lembram da importância do doador estar consciente ao se cadastrar  e saber que poderá ser chamado. “Ao se cadastrar é um compromisso que a pessoa assume”, lembram. Vale lembrar que o cadastramento para a doação em Rio Claro acontece neste ano e retorna à cidadeapenas em 2015. Confira entrevista completa em http://jornalcidade.net/101470.

Nenhum comentário:

Postar um comentário