sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Inácio Arruda registra campanha de doação de sangue em homenagem a Henfil


O senador Inácio Arruda (PCdoB-CE) registrou em Plenário nesta terça-feira (5) o aniversário de nascimento do cartunista Henrique de Souza Filho, o Henfil, que completaria 69 anos este ano. A data foi transformada no Dia Henfil de Doação de Sangue, em uma parceria do Instituto Henfil, administrado pelo filho do artista, Ivan, e o Hemorio, com o intuito de incentivar a doação de sangue.
Hemofílico, Henfil morreu vítima de aids, depois de contrair o vírus HIV numa transfusão de sangue. Da mesma forma morreram seus dois irmãos, também hemofílicos, o sociólogo Herbert de Souza e o músico Chico Mário.
Inácio Arruda explicou que a morte de Henfil motivou uma revolução no sistema de hemocentros do país, que antes não controlavam a qualidade do sangue distribuído entre os pacientes. Testes passaram a ser exigidos e os bancos particulares foram fechados, acabando com o comércio de sangue no país.
- Este é um dia especial, que chama a atenção das pessoas para fazerem sua doação de sangue no hemocentro público, com atendimento de qualidade e em situação adequada – explicou.
O senador relembrou a trajetória política do cartunista, nascido em Ribeirão das Neves (MG) e criado em Belo Horizonte. No início da década de 60, Henfil começou a fazer ilustrações para a revista Alterosa e outras publicações mineiras. Em 1969, mudou-se para o Rio de Janeiro onde trabalhou em O Pasquim e no Jornal do Brasil. Entre seus personagens mais conhecidos, listou o senador, estão o Bode Orelana, o nordestino Zeferino e a Graúna. De sua passagem por Nova Iorque, nasceu o livro Diário de um Cucaracha. Henfil morreu em 4 de janeiro de 1988.
Santa Maria
Inácio Arruda também registrou voto de pesar pela tragédia ocorrida em Santa Maria no último final de semana de janeiro, que vitimou 238 jovens. O senador parabenizou ainda os 27 anos de existência da Associação dos Funcionários do Banco do Nordeste do Brasil (AFBNB) completados no último dia 4.

Nenhum comentário:

Postar um comentário