quarta-feira, 22 de maio de 2013

Projeto de Doutor Hércules cria a Semana de Conscientização Doador de Medula Óssea no Estado


O Deputado Estadual Doutor Hércules criou o Projeto de Lei 047/2013, que institui a Semana de Conscientização do Doador de Medula Óssea no Estado. Aprovado este mês pelo Plenário da Ales, o projeto foi encaminhado a Renato Casagrande, Governador do Estado, que tem até dia 31 para sancioná-lo.
De acordo com Doutor Hércules, é muito difícil encontrar um doador. “A chance de encontrar uma medula compatível é, em média, de uma em 100 mil. Ou seja, considerando que Vila Velha, por exemplo, tem 400 mil habitantes, eu só tenho quatro pessoas compatíveis comigo”, explica o Deputado.
O Deputado acredita ainda que é preciso conscientizar a população de que a doação de medula óssea é indolor. “É necessário conhecer a causa. Por isso sugiro essa semana especial, para fomentarmos debates, discutir e levar as informações à população”. Para o deputado, só é preciso “ter amor e querer ajudar o próximo”.
A conscientização é importante diante do baixo número de doadores cadastrados no Espírito Santo. Apenas 75 mil capixabas forneceram o sangue e se colocaram a disposição para doar medula óssea, de acordo com os dados do Hemocentro da Secretaria de Estado da Saúde (Hemoes).
E a situação fica ainda mais grave em relação ao número de potenciais doadores. De todas as pessoas que forneceram amostras de sangue para o Hemoes, apenas 9,3 mil estão selecionadas como doadores potencias e cadastradas no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome).
A pesquisa diz ainda que as mulheres e as pessoas com menos de 45 anos são responsáveis por 52% das inscrições. Outro dado preocupante é em relação ao número de transplantes realizados. Até novembro de 2012 foram apenas 14 cirurgias desse tipo. Uma queda de 17% se comparada a 2011.
Se virar lei, o evento será realizado na segunda semana do mês de dezembro, passando a integrar o Calendário Oficial do Espírito Santo.
Passo a passo para se tornar um doador de medula óssea:
1. É preciso ter entre 18 e 55 anos de idade e estar em bom estado geral de saúde (não ter doença infecciosa ou incapacitante).
2. É possível se cadastrar como doador voluntário no Hemoes, que fica na Avenida Marechal Campos, 1468, Maruípe, Vitória. Não é necessário agendamento. Para mais informações, ligue para (27) 3636-7900.
3. Será retirada uma pequena quantidade de sangue (5ml) e preenchida uma ficha com informações pessoais. O sangue será tipificado por exame de histocompatibilidade (HLA), um teste de laboratório para identificar as características genéticas que podem influenciar no transplante.
4. Os dados serão cruzados constantemente com os dos pacientes que precisam de transplante de medula óssea. Se você for compatível com algum paciente, outros exames de sangue serão necessários. Se a compatibilidade for confirmada, você será consultado para confirmar que deseja realizar a doação. Seu atual estado de saúde será avaliado. Com informações do Instituto Nacional do Câncer (Inca).

Nenhum comentário:

Postar um comentário