quarta-feira, 26 de junho de 2013

Acadêmica da Furb procura por doadores de medula óssea, em Blumenau

Uma acadêmica do segundo semestre do curso de Arquitetura e Urbanismo da Furb procura um doador compatível para fazer um transplante de medula óssea. Jaqueline Bento, 24 anos, é de Presidente Getúlio e está internada com leucemia em Florianópolis. 

Para se candidatar para o processo de doação de medula, antes é necessário fazer um cadastro e a retirada de amostra de sangue, ambos no Hemosc de Blumenau. 

O cadastro do doador fica arquivado no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome) e sempre que surgir um novo paciente a compatibilidade é verificada. Caso o doador seja compatível com algum paciente ele é chamado para fazer novos exames e decidir se deseja efetuar a doação. 

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), o número de doadores voluntários tem aumentado expressivamente no Brasil nos últimos anos. Em 2000, existiam apenas 12 mil inscritos e, atualmente, há mais de três milhões de doadores inscritos. 

Para ser um doador basta ter entre 18 e 55 anos de idade e boa saúde. O transplante de medula óssea é um procedimento seguro, realizado em ambiente cirúrgico, feito sob anestesia geral, e requer internação.

COMO SER UM DOADOR

l Faça o cadastro no Hemosc 
l Tenha entre 18 e 55 anos
l Leve um documento atual com foto

HEMOSC BLUMENAUl Local: Rua Theodoro Holtrup, 40, Vila Nova
l Atendimento: segunda à sexta das 7h15min às 18h30min e aos sábados, das 8h15min às 11h.
l Telefone: 47 3222-9800


fonte>>http://www.clicrbs.com.br/especial/sc/jsc/19,6,4175164,Academica-da-Furb-procura-por-doadores-de-medula-ossea-em-Blumenau.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário