quarta-feira, 24 de julho de 2013

Hemocentro convoca doadores de sangue fator Rh negativo

O Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) segue com o serviço de convocação de doadores voluntários de sangue raros, cujo fator Rh é negativo. A medida visa melhorar o estoque e atender cirurgias programadas que, numa eventual necessidade, utiliza as bolsas em transfusões sanguíneas.
Desde a semana passada o Serviço de Captação da unidade, em parceria com o Banco do Estado de Sergipe (Banese), atua na convocação de doadores através de ligações telefônicas. Aqui no Hemose estamos convocando doadores cadastrados no serviço com sangue A negativo e call center do Banese está convocando os sangues, O negativo, explicou a assistente social, Jacinta Cardoso.
Na manhã desta terça-feira, 23, compareceram ao Hemocentro de Sergipe três doadores convocados com sangue O negativo. Dentre eles, o funcionário público, José Wellington de Oliveira, 46 anos, doador voluntário há pouco mais de duas décadas, que contribui com o serviço pelo menos duas vezes ao ano.
Ele conta que resolveu ser doador de sangue para ajudar na cirurgia da irmã de um amigo. Na época, me disseram que eu tinha que ser doador porque meu sangue é raro e podia ajudar muitas pessoas que necessitam de transfusão nos hospitais?, disse José Wellington.
Para o funcionário público, com o gesto simples da doação é possível aliviar a dor e o sofrimento de quem precisa. Quando a assistente social explicou que tem uma paciente que vai fazer uma cirurgia e precisa de seis bolsas de sangue O negativo, não pensei muito. Espero não precisar, mas sei que com a minha doação já estou ajudando, comenta.
Serviço
O Hemose está localizado na Avenida Tancredo Neves, vizinho ao Hospital de Urgências de Sergipe (Huse). A coleta de sangue funciona diariamente de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h e, aos sábados e feriados, das 8h às 12h. Os cidadãos interessados em contribuir com o serviço deverão entrar em contato com o Serviço de Social, através dos telefones (79) 3225-8000 e 3259- 3174.
Fonte: Ascom 

Nenhum comentário:

Postar um comentário