quarta-feira, 10 de julho de 2013

Hemonúcleo de Umuarama precisa de doadores de sangue com urgência

Umuarama - O hemonúcleo de Umuarama está precisando urgente de doações de sangue do tipo O negativo. Segundo a diretoria do banco de coleta, o número de bolsas com essa tipagem sanguínea está no fim e não há nenhuma disponível nas outras regiões do Estado. A preocupação deve-se à necessidade de fornecer o sangue para três pacientes internados em Umuarama.
Conforme o diretor do hemonúcleo de Umuarama, Claúdio Franciscone, todo tipo de sangue é necessário para repor os estoques do banco, mas nesse momento o O negativo é de suma importância. Franciscone argumentou que existem três pacientes internados nos hospitais da cidade que precisam com urgência da doação. “Há menos doadores de O negativo e a doação pode salvar as vidas desses pacientes internados. Além de que esse tipo de sangue é compatível com outros tipos sanguíneos”, explicou.
A situação ainda é agravada pela falta desse tipo de sangue na rede estadual de doação de sangue, como também o aumento no volume de acidentes que vêm ocorrendo nos últimos meses. “Não é só em Umuarama que está faltando, não conseguimos encontrar esse tipo de sangue em toda a rede”, afirma.
Na manhã de ontem a reportagem do Ilustrado passou pelo hemonúcleo e constatou o baixo número de doadores na unidade. Apenas duas macas estavam ocupadas e nenhuma pessoa na fila de espera para realizar a doação. Para tentar solucionar o problema, os agentes do banco de sangue ligaram convocando as pessoas cadastradas e com possibilidades doação.
Quando a pessoa realiza a doação, além de ajudar a salvar uma vida, o doador ganha exames de sífilis, aids, chagas e hepatites B e C. “Precisamos aumentar nosso estoque. Por isso estamos convidado a todos para doar”, disse.

Preconceito
De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), apesar de toda a divulgação da importância da doação, ainda é necessário lutar contra a falta de informação e preconceito. Em 2002, foram coletadas no Brasil cerca de 3 milhões de bolsas de sangue, o que corresponde a menos de 2% da população. Segundo a OMS, hoje esse índice deveria estar em torno de 3% a 5%. Conforme a OMS, para cada 100 brasileiros, somente 2 doam sangue com regularidade.

Requisitos para a doação
• Estar em boas condições de saúde.
• Ter entre 18 e 65 anos e peso igual ou superior a 50 quilos.
• Pessoas com 16 a 17 anos também podem doar com a presença dos pais.
• Vir alimentado, evitando alimentação gordurosa nas últimas 4 horas.
• Homens podem doar a cada 60 dias (4 vezes ao ano) e mulheres a cada
90 dias (3 vezes ao ano).
• Apresentar documento de identificação oficial com foto (carteira de identidade, habilitação ou profissional).

Impedimentos para a doação
• Gripe ou febre.
• Gravidez ou amamentação.
• Cirurgia de grande porte há menos de 1 ano.
• Ter comportamento de risco em relação à aids.
• Ter tido hepatite após os 10 anos de idade.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário