terça-feira, 2 de julho de 2013

Interessados podem efetuar cadastro para campanha de doação de sangue

No período de 01 a 26 de julho, interessados em participar de mais uma campanha de doação de sangue na cidade de Itu e que se enquadrem nos requisitos necessários, deverão realizar seus respectivos cadastros no Posto de Enfermagem, instalado na Prefeitura de Itu, ou na Pastoral da Saúde/Hospital São Camilo Itu. No dia 7 de agosto, uma nova edição da campanha acontece na Prefeitura de Itu, das 9h às 14h, quando serão atendidos até 200 candidatos a doadores.

O cadastramento no Posto de Enfermagem, instalado no andar térreo da Prefeitura, pode ser feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30. Para efetuar o cadastro na Pastoral da Saúde (Hospital São Camilo Itu), o contato deve ser feito pelo telefone (11) 4013-8024, de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 18h. Todos os candidatos a doadores serão contatados pela equipe da Pastoral da Saúde/Hospital São Camilo Itu para mais informações.

Há três anos a doação de sangue em Itu foi descentralizada para o Hemonúcleo da Colsan (Associação Beneficente de Coleta de Sangue) no Conjunto Hospitalar de Sorocaba e as coletas passaram a ser realizadas em Sorocaba. Devido ao esforço conjunto do prefeito Antonio Tuíze, da diretoria do Hospital São Camilo Itu e da Colsan, atual instituição responsável pela captação de doadores em Sorocaba, foi retomada em Itu a campanha de doação de sangue, evitando que o doador se desloque para outra cidade.

Os requisitos necessários para doar sangue são: portar documento oficial de identidade com foto (RG, Carteira Profissional, Carteira de Habilitação), ter entre 16 e 67 anos de idade, sendo que a primeira doação deve ter sido feita antes dos 60 anos; pesar acima de 50 quilos; estar em boas condições de saúde; estar alimentado, porém, tendo evitado refeições pesadas (gordurosas).

No caso de doadores menores de 18 anos, se estiverem acompanhados pelo responsável legal, devem levar cópia do documento de identidade de ambos e preencher autorização no momento da doação. Quando estiverem desacompanhados, devem apresentar cópias dos documentos de identidade e o documento de autorização para doação com firma reconhecida em Cartório.

Para ser um doador, o candidato não deve ter risco acrescido para doenças transmissíveis pelo sangue (usuário de drogas injetáveis e inalatórias, prática de sexo não seguro e vários parceiros sexuais ou ser parceiro sexual de portadores de aids ou hepatite). Homens podem doar sangue a cada dois meses, até no máximo quatro vezes no período de 12 meses. Mulheres podem doar a cada três meses, até no máximo três vezes no período de 12 meses.


fonte>>http://itu.sp.gov.br/saude/index.php?id=4361&area=5

Nenhum comentário:

Postar um comentário