segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Hemocentro de Roraima convoca doadores de sangue com urgência

Está faltando sangue Rh negativo para atender pacientes no HGR (Foto: Sesau/Divulgação)

Um ato de amor e de vida. É com esta proposta que o setor de captação do Hemocentro de Roraima (Hemoraima) está convocando com urgência para reposição de bolsas de sangue, doadores de Rh negativo, que segundo a diretora de captação, Terezinha de Jesus Khan, o estoque está zerado.
Quanto aos fatores positivos, o estoque está normalizado. A necessidade é para atender às cirurgias eletivas do Hospital Geral de Roraima (HGR).
Conforme a diretora, o motivo da baixa no estoque é que a maioria dos pacientes agendados para cirurgias no HGR durante esta semana, possui o sangue de Rh negativo. "A principal dificuldade desse grupo é que ele doa para todos, mas só recebe dele mesmo", explicou.
A coleta funciona de 7h30 às 12h, e das 13h30 às 18h, mas a unidade fica aberta no intervalo de meio dia para fazer a entrega de exames de sorologias (após 30 dia da doação) e de declarações. O Hemoraima fica na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, depois do HGR.

De acordo com a coordenadora, a unidade precisa de reforço. No entanto, neste período de férias, há poucos doadores comparecendo.
A maior demanda são os casos de acidentes de trânsito, arma branca, agressão física, entre outros. Muitos casos vão parar no Centro Cirurgico e, consequentemente, necessitam de sangue para se submeterem ao procedimento. Por mais que o médico não utilize o sangue, ele precisa da bolsa como segurança.
Requisitos
Doar sangue é seguro, por isso qualquer pessoa em boas condições de saúde, apresentando documento oficial com foto, entre 16 até 17 incompletos (acompanhados dos pais ou responsáveis legais) e para quem já é doador, até 69 anos.
A pessoa precisa ter mais de 50 kg e não deve estar em jejum, mas é preciso evitar a ingestão de alimentos gordurosos até 4h antes da doação. Pessoas com febre, gripe ou resfriado não podem doar temporariamente, assim como grávidas e mulheres no pós-parto.
Nas duas horas que antecedem ao procedimento, o candidato à doação preenche um cadastro, e em seguida é avaliado clinicamente. Se não houver nenhum obstáculo clínico, a coleta é realizada logo em seguida.
Para os doadores regulares é preciso observar os intervalos das doações. A diretora explicou que no caso do homem, o período mínimo é de 61 dias, e da mulher, 91 dias.Outras informações no (95) 2121-0883.

Nenhum comentário:

Postar um comentário