segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Uma corrente por Rafaela


A empresária Priscylla Pedrosa se uniu à blogueira Samara Ferreira para formarem uma corrente do bem em favor de Rafaela Raizer Landin Silva, uma garota de Goiânia que tem um tipo raríssimo de leucemia e necessita com urgência de um transplante de medula óssea. “Queremos colocar alguns de nossos instrumentos a serviço de ajudar a Rafaela a conseguir o mais rápido possível um doador que seja compatível e conseguir ficar curada”, explicou Samara.

Rafaela é uma sorridente garotinha de seis anos que ficou famosa em setembro do ano passado, quando seu irmão, Alexandre Raizer, escreveu e ilustrou um livro para aumentar sua autoestima com o uso de óculos. O livro, “A princesa que usa óculos” virou comentário nacional e já anunciava a atenção que o irmão dedicava à pequena garota e seus problemas. Em abril desse ano, após crises de dor de cabeça e febre, os pais de Rafaela, Eugênio e Luciana, diligentes e cuidadosos, insistiram para que fosse diagnosticada a causa desses dois problemas.

Os médicos diagnosticaram uma leucemia com raros registros feitos pela literatura médica, o que aumentou a apreensão. Desde então, a espiral que a família mergulhou produziu um turbilhão de fatos novos e desafios para superação. Um deles é a insensibilidade dos burocratas do Ministério da Saúde que, em uma portaria assinada pelo então ministro Alexandre Padilha, limitou o número de exames de compatibilidade a 25.000 por ano, por unidade da Federação.

Pela raridade da leucemia de Rafaela, os possíveis doadores, fora do círculo de pai, mãe e irmãos dos mesmos pais, são de uma proporção alarmante: um a cada 100.000 compatíveis. Uma temeridade. Os pais, Eugênio e Luciana, conseguiram sensibilizar até o Conselho Seccional da OAB-GO, que propôs uma ação contra essa limitação.

“Temos consciência que essa bandeira não é só da Rafaela, é por todos os necessitados que não podem ficar desamparados quando buscam uma cura para seus males”, frisa Eugênio. A campanha “Doe via, doe medula, doe com fé”, já ganhou as redes sociais e pode ser acessada no site criado pelo irmão, com ajuda de amigos: www.alexandreraizer.blogspot.com.br.

Mobilização


Samara e Priscylla se valem de seus concorridos meios eletrônicos para mobilizar pessoas e seguidores para fazer o exame de compatibilidade. No Instagram de Samara (@samaraferreira7) e de Priscylla (@pri_skandallo)é possível saber o andamento da campanha, participar da “corrente pra frente” e buscar o procedimento para fazer o exame de compatibilidade. As duas são prá lá de influentes nas redes sociais e somente Priscylla tem cerca de 127 mil seguidores no Instagram.

“Temos certeza que vamos mobilizar o número necessário de doadores e garantir o transplante para a Rafaela. Vamos com fé em Deus”, frisa Priscylla.

A família também se vale da fé para manter a confiança de sucesso no tratamento. A mãe, Luciana, ajuda a pequena Rafaela a fazer suas orações, com destaque para a Ave Maria. “Essa oração será nosso ponto de encontro para conseguirmos vencer essa batalha, com a ajuda de Nossa Senhora”, finaliza Luciana.

Saiba Mais
Onde fazer o exame:

Hemocentro, Avenida Anhanguera, 5.195 – Setor Coimbra. Próximo ao Hospital Materno Infantil

Quem pode:

qualquer pessoa de 18 a 55 anos, que não tenha histórico de doença infecto-contagiosa.


fonte>>http://www.dm.com.br/texto/187888-uma-corrente-por-rafaela

Nenhum comentário:

Postar um comentário