sexta-feira, 21 de novembro de 2014

A espera de um doador!



 
Campanha ‘Todos por Malu’ estimula cadastro para doação de medula
Objetivo é encontrar doador compatível.
Para doar é preciso ter entre 18 a 55 anos e não ter doenças infecciosas.

Nesta quinta-feira (13), familiares da pequena Maria Luiza de dois anos realizam uma mobilização especial que faz parte da campanha ‘Todos por Malu’ como o objetivo de estimular o cadastro de medula óssea, realizado no Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose).

A menina que reside no município de Tomar do Geru, a 131 Km de Aracaju, foi diagnosticada com leucemia e ficou internada de julho a agosto em um hospital da capital sergipana. Em setembro, a família  foi  para a cidade de Barretos, em São Paulo, onde ela continua o tratamento no Hospital do Câncer da cidade.

 Uma equipe do Hemocentro de Sergipe irá realizar o cadastro em Tomar do Geru até o final da tarde, onde realiza a captação de doadores. “Já foi confirmado que ela necessida de um transplante, e  nós da família fizemos os exames e infelizmente não encontramos compatibilidade, agora estamos buscando novos possíveis doadores e a campanha vai seguir por outros municípios” , destacou Rosa Mateus, tia de Malu.

A mobilização iniciada pelos familiares criou uma verdadeira rede de solidariedade para encontrar candidatos a doadores de medula e é estimulada através de uma página em uma rede social que ajuda a promover a campanha:  ‘Todos por Malu’.

Cadastro de Medula
Para fazer parte do cadastro de medula óssea, é preciso ter entre 18 a 55 anos e não possuir diagnóstico de doenças infecciosas. Também preenche o formulário com dados pessoais e a coleta de 5 ml de sangue. " Muita gente tem medo de doar, pois acredita que o liquido será retirado da coluna, o que não é verdade, é retirado da bácia e dias depois a pessoa está totalmente recuperada", explica Rosa.

A amostra do sangue segue para exame de Histocompatibilidade (HLA) que vai fazer o cruzamento das características genéticas do sangue do candidato com os dados do paciente que aguarda o transplante. Mais informações nos seguintes telefones (79) 3225-8000/8039 e 3259-3174.


http://g1.globo.com/se/sergipe/noticia/2014/11/campanha-todos-por-malu-estimula-cadastro-para-doacao-de-medula.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário