sábado, 6 de junho de 2015

Paulinho continuará tratamento contra leucemia em São Paulo




A família de Paulo Sérgio, o Paulinho, de cinco anos, anunciou na manhã desta sexta-feira (5), em uma rede social, que dará continuidade ao tratamento contra a leucemia em São Paulo. A história do pequeno juiz-forano ganhou repercussão na cidade quando os pais, Paula Chagas e Octavio Fernandes, venceram a timidez e se vestiram de super-heróis para animá-lo no tratamento. Neste ano, familiares e amigos também iniciaram a campanha "#JuntospeloPaulinho - doe medula óssea". A corrente do bem mudou a rotina do Hemocentro da cidade, que desde o início da mobilização recebeu 1.086 cadastros em apenas 18 dias.
De acordo com a mãe, Paula, a família optou por dar continuidade ao tratamento do garoto em São Paulo para fazer com que ele se sinta mais seguro e confiante quando o transplante for realizado. "Nós recebemos a indicação para fazer o transplante lá pois a equipe é especializada e tem mais experiência com transplante de medula em crianças. Então, nós resolvemos dar continuidade ao tratamento também em São Paulo para preparar não só o corpo, como também a cabeça do Paulinho. Ele sempre fala em internar no hospital aqui em Juiz de Fora, porque ele já conhece e confia. Não queríamos chegar de supetão em um novo lugar para fazer um transplante, porque sabemos que é um procedimento complicado. Queremos que ele conheça e entenda primeiro", falou.
Ao que tudo indica, a família já deve ir para a capital paulista na próxima semana. "Vamos resolver apenas as questões burocráticas agora. Estamos indo na hematologista dele hoje ainda para pegar o encaminhamento e aguardar o plano de saúde autorizar. Acredito que estaremos em São Paulo até o final da semana que vem", comentou Paula.
A família aguarda também o resultado do teste de compatibilidade para o transplante. O exame foi realizado na última segunda-feira (1º) e o resultado deve sair na próxima semana. Se Paulinho não for compatível com os pais, Paula e Octávio, ou com os irmãos Octávio e Arthur, ele será inscrito no Registro Nacional de Receptores de Medula Óssea (Rereme). A partir daí, começa a busca por um doador cadastrado no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome).
Corrente de Solidariedade
A cidade de Juiz de Fora se mobilizou para ajudar Paulinho a encontrar um doador compatível.  Na página #JuntospeloPaulinho foram feitos pedidos para doação de sangue e de plaquetas para o menino.Também houve publicações sobre pessoas que se cadastraram como doadores em cidades do Brasil e até na Inglaterra; sobre pessoas que apoiam a campanha, entre elas, está o ex-jogador Zico, que soube da mobilização e também divulgou uma foto com o cartaz. No período, foi realizado ainda um evento na Praça Cívica da UFJF e uma caminhada no Rio de Janeiro. Integrantes do grupo estão organizando caravanas para cidades onde há unidade do Hemocentro para fazer o cadastro de doadores.
Nesta sexta-feira (5), foi divulgado também na página que amigos, familiares e até desconhecidos estão se mobilizando para ajudar a família em São Paulo. Várias pessoas organizaram rifas e bingos e uma camisa da campanha está sendo vendida pelo valor de R$ 20. "As pessoas estão se unindo para nos ajudar. Nós somos uma família de classe média, não somos pobres, mas tudo fica desestruturado quando acontece uma coisa dessas. Nós temos vários gastos. Não tínhamos previsto gastos com mudança para outra cidade. Tem também o Arthur, meu filho mais novo, que ficará com a minha sogra. E as pessoas estão nos ajudando. Tem muita gente envolvida", contou.
Para Paula, ver o tanto que as pessoas são solidárias é emocionante. "Está sendo fantástico. Nós estamos impressionados e comovidos. Tem tanta gente passando pelo mesmo que nós. O Paulinho é carismático, ele comove as pessoas. Mas a gente espera com essa campanha ajudar não só ele, mas também as outras crianças", finalizou.


Fonte>>http://g1.globo.com/mg/zona-da-mata/noticia/2015/06/paulinho-continuara-tratamento-contra-leucemia-em-sao-paulo.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário